Categorias
News

Volta ao Alentejo: Dia de recuperar terreno

César Fonte, agora no 11.º lugar da geral, permanece na discussão da Volta ao Alentejo, cumprida a segunda etapa entre Castelo de Vide e Mora.

Em mais um dia para velocistas e sprinters – Manuel Cardoso (Tavira) venceu a tirada e vestiu de amarelo – a Radio Popular-Boavista assumiu como objetivo a caça às bonificações, assumindo o comando do pelotão para a terceira meta-volante do dia, na qual Fonte foi terceiro classificado, amealhando um segundo de bónus.

Na classificação por equipas, a Radio Popular-Boavista mantém-se como a melhor formação portuguesa, sendo segunda classificada, em igualdade de tempo com os polacos da ActiveJet.
Outra nota do dia diz respeito à recuperação de Nuno Bico e Vergilio Santos, vítimas de queda na ligação anterior e que hoje, perante uma jornada cumprida a alta velocidade – média próxima dos 45 km/h – integraram com normalidade as rotinas da equipa no decorrer da corrida.
A terceira etapa liga Portel a Mértola e é a mais extensa da prova, com 186,9 km e é assinalada pelas metas-volantes em Viana do Alentejo, na Vidigueira e em Aljustrel. A Radio Popular-Boavista discute três classificações na Volta ao Alentejo : a geral individual, com César Fonte a nove segundos da amarela; a montanha – Frederico Figueiredo é segundo classificado; a classificação por equipas – é a segunda equipa entre os 22 coinjuntos.
CLASSIFICAÇÕES
2.ª etapa: Castelo de Vide-Mora, 152,5 km
Média de 44,875 km/h
1º Manuel Cardoso (Tavira)
27.º Alberto Gallego
41.º Ricardo Ferreira
57.º Frederico Figueiredo
65.º César Fonte
82.º Daniel Silva
84.º Nuno Bico
115.º Célio Sousa
124.º Vergilio Santos

Geral individual
1º Manuel Cardoso (Tavira)
11.º Cesar Fonte +9s
17.º Alberto Gallego + 10s
30.º Frederico Figueiredo + 10s
58.º Nuno Bico +1m06s
59.º Celio Sousa +1m06s
94.º Ricardp Ferreira +9m14s
102.º Daniel Silva +9m14s
108.º Vergilio Santos +9m14s

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *