Categorias
News

Castela e Leão com “trio” de xadrez no top-20

A Rádio Popular-Boavista concluiu a participação na 30ª Volta a Castela e Leão, com três corredores no “top-20” da prova espanhola.

Frederico Figueiredo – melhor português da prova, 14º -, Daniel Silva (16º) e David Rodrigues (19º) foram os melhores classificados axadrezados diante da vitória do francês Pierre Rolland (Europcar), vencedor da terceira e última etapa, no alto de Lubían (1ª categoria). Por equipas, a Radio Popular-Boavista foi sexta classificada entre os 17 conjuntos participantes.

A competição que segue assinala o regresso ao calendário nacional. É a 2ª Volta à Bairrada, a disputar no próximo fim-de-semana, 25 e 26 de abril.

CLASSIFICAÇÕES
3ª etapa: Zamora – Alto de Lubian, 179,2 km
Média de 38,5 km/h
1º Pierre Rolland (Europcar)
14º David Rodrigues + 1m29s
16º Daniel Silva + 1m35s
17º Frederico Figueiredo + 1m38s
32º Alberto Gallego + 3m12s
49º Nuno Bico + 5m34s
65º Ricardo Vale + 9m28s
100º Samuel Maglhães + 21m40s

Geral individual
1º Pierre Rolland (Europcar)
14º Frederico Figueiredo +2m30s
16º Daniel Silva + 2m42s
19º David Rodrigues + 3m01s
34º Alberto Gallego + 4m41s
47º Nuno Matos + 7m40s
56º Ricardo Vale + 11m00s
94º Samuel Magalhães + 31m07s

Equipas
1ª Movistar
6ª Radio Popular-Boavista

CLASSIFICAÇÕES COMPLETAS

Categorias
News

Dia “especial” em Castela e Leão

As incidências meteorológicas foram protagonistas na segunda etapa da Volta a Castela e Leão, cujos 209 quilómetros, nos quais se incluiam a subida às Penhas Douradas e à Torre, acabaram por ser cumpridos em dois momentos diferentes, intermediados pela neutralização da corrida na sua parte decisiva.

Ou seja, entre a Subida às Penhas Douradas e a Subida à Torre, situadas entre os quilómetros 84 e 102, a organização da prova suspendeu a corrida dada as condições meteorólogicas – o frio e a neve que se fazia sentir na escalada do pico mais alto de Portugal Continental – que irão ficar na retina de todos que integravam a caravana. A corrida reactivou-se a partir de Manteigas, com Alberto Gallego integrado num dos primeiros grupos, mas na aproximação a Fuentes de Onoro, o vento, forneceu a última sentença a um pelotão desgastado permitindo que um grupo de vinte de corredores se antecipasse aos demais. O melhor classificado da Radio Popular-Boavista foi Daniel Silva, 22º classificado, a 42 segundos do vencedor o russo Sergey Shilov (Lokosphinx). “Foi um dia raramente visto no ciclismo, com condições meteorológicas que condicionaram a corrida. No final, o vento revelou-se o maior adversário.A corrida não está decidida até porque a etapa-rainha é amanhã (domingo) que se disputa, com final numa subida de primeira categoria”, afirmou o diretor-desportivo José Santos.

Na geral individual, o melhor classificado é Frederico Figueiredo, no 20.º lugar, a 42 segundos do líder, o espanhol Carlos Barbero.
A terceira e última etapa liga Zamora ao Alto de Lubían (179 km), subida de seis quilómetros de extensão e pontuável como contagem de montanha de primeira categoria.

CLASSIFICAÇÃO
2ª ETAPA: Guarda _ Fuentes de Oñoro, 189 km
Média de 37,1 km/h
1º Sergey Shilov (Lokosphinx) 5h04m52s~
22º Frederico Figueiredo + 42s
28º Daniel Silva + 57s
31º Ricardo Vale
32º Alberto Gallego
46º David Rodrigues
64º Nuno Bico + 1m31s
90º Samuel Magalhães + 8m08s

Geral individual
1º Carlos Barbero (Caja Rural)
20º Frederico Figueiredo +52s
23º Daniel Silva + 1m07s
37º Alberto Gallego + 1m29s
41º Ricardo Ferreira + 1m32s
45º David Rodrigues + 1m32s
56º Nuno Bico + 2m06s
85º Samuel Magalhães + 9m27s

Classificações completas

Categorias
News

Frederico Figueiredo e Daniel Silva entre os primeiros

Frederico Figueiredo e Daniel Silva foram os “axadrezados” entre os primeiros da etapa inaugural da Volta a Castela e Leão, que ligou Àvila a Alba de Torres (Salamanca), na distância de 147 quilómetros.

Na viagem que unia a localidade de nascimento e morte de Santa Teresa de Jesus, o espanhol Pello Bilbao, da Caja Rural, foi o mais rápido na linha de meta. Bilbao liderou um grupo de 34 unidades que chegou com o mesmo tempo do vencedor. O terceiro homem da Radio Popular-Boavista que fechou a classificação por equipas – nono lugar entre 17 conjuntos – foi o espanhol Alberto Gallego, 40º, com mais 22 segundos.

A etapa cuja principal dificuldade, a subida a Navalmoral, se cumpria na primeira metade do percurso forneceu os ingredientes para uma jornada de ataques que avantajou quatro corredores que chegaram a deter mais de sete minutos de vantagem. Os esforços conjugados da Movistar e da Caja Rural anularam a tentativa a 20 quilómetros do final, numa aceleração que fraccionou o pelotão em diversos grupos e permitiria a vitória de Bilbao.

A segunda etapa da Volta a Castela e Leão é, para os portugueses, a etapa “rainha” da competição dado que a partida será dada da Guarda e subir-se-á à Serra da Estrela. Numa etapa “maratona” de 209 quilómetros, com passagem nas Penhas Douradas e no alto da Terra, antes de reentrar em Espanha para o final em Fuentes de Onõro.

CLASSIFICAÇÕES
1ª ETAPA: Ávila-Alba de Tormes, 147,4 km
1º Pello Bilbao (Caja Rural)
14º Frederico Figueiredo
15º Daniel Silva
40º Alberto Gallego + 22s
49º Ricardo Vale + 25s
50º Nuno Bico
56º David Rodrigues
78º Samuel Magalhães +1m09s

Classificações completas