Categorias
News

RP-Boavista faz história ao vencer por equipas a Route du Sud

Na base do sucesso coletivo transmitido à escala europeia pela antena televisiva da Eurosport esteve o desempenho individual de cada um dos ciclistas axadrezados.

A Radio Popular-Boavista escreveu mais uma página dourada do seu historial de conquistas internacionais ao triunfar na classificação por equipas da Route du Sud, competição francesa do mesmo escalão da “nossa” Volta a Portugal. Diante de um pelotão de 16 conjuntos – cinco dos quais WorldTour – a formação axadrezada revelou-se um “David” contra “Golias” e, na derreira etapa da ‪#‎RDS2015‬, hoje disputada, defendeu a liderança coletiva conquistada na véspera.

Na base do sucesso coletivo transmitido à escala europeia pela antena televisiva da Eurosport esteve o desempenho individual de cada um dos ciclistas axadrezados. Alberto Gallego teve honras de revelar o seu talento de nível internacional ao aguentar-se com Alberto Contador e Nairo Quintana, vencedor e segundo classificado, na subida a Port des Balès, na etapa-rainha, acabando a corrida no sétimo lugar. Frederico Figueiredo, melhorou o excelente desempenho de 2014 – foi 15.º – e, desta feita, foi nono classificado. David Rodrigues, melhor jovem da última Volta a Portugal, confirmou os seus dotes de trepador e concluiu a prova disputada nos Pirenéus na 22.ª posição. Ricardo Vale, Nuno Bico, Daniel Silva e Samuel Magalhães – que chegou a liderar a montanha no termo da segunda etapa – foram os pilares do sucesso coletivo que fez lembrar o triunfo boavisteiro, igualmente na classificação por equipas, da Volta a França do Futuro 2003.

#RDS2015 ‪#‎Radio‬ Popular ‪#‎Boavista‬

Categorias
News

RDS: Gallego foi pantera entre gigantes

A acompanhar a excelente prestação do corredor espanhol do Boavista esteve os demais corredores axadrezados, desde logo com Frederico Figueiredo, na nona posição.

A Rádio Popular-Boavista foi equipa protagonista da etapa-rainha da Route du Sud, entre Izaourt e Bagnères-de-Luchon e que acabou conquistada pelo espanhol Alberto Contador (Tinkoff). A formação axadrezada colocou dois homens no “top-ten” e venceu a classificação coletiva da etapa de 181 quilómetros. O axadrezado Alberto Gallego rodou sempre com os favoritos e na subida ao Port de Bales, ascensão que frequentemente figura na Volta a França, resistiu até aos últimos quilómetros na companhia do vencedor da última Volta a Itália e do colombiano Nairo Quintana (Movistar), outro dos favoritos à geral. Numa exibição transmitida em direto, para toda a Europa, pela antena da Eurosport, Gallego deu réplica às acelerações de Contador, dando mostras de um nível qualitativo que o iguala face aos demais protagonistas desta competição. Na descida para Bagnères-de-Luchon, o ataque de Contador isolou-o para a vitória e Gallego pagou os seus esforços na subida mas terminou na sétima posição – o primeiro do escalão continental, “divisão” a que pertence a RP-Boavista.

A acompanhar a excelente prestação do corredor espanhol do Boavista esteve os demais corredores axadrezados, desde logo com Frederico Figueiredo, na nona posição. O trepador boavisteiro foi nono classificado, entrando com um dos primeiros grupos perseguidores. No fecho da classificação coletiva esteve David Rodrigues, na 22.ª posição e que durante muitos quilómetros da subida ao Port de Bales “resistiu” entre os primeiros na sua estreia na prova. Samuel Magalhães, rei da montanha, à partida de Izaourt, foi a vítima “colateral” da prestação história da RP-Boavista, ao claudicar, após os esforços da véspera numa jornada que não era favorável ao seu perfil de rolador.
Na classificação geral liderada por Contador, Gallego é sétimo, seguido de Frederico Figueiredo na nona posição. Coletivamente, a RP-Boavista lidera por equipas.

Categorias
News

RP-Boavista com os “trunfos” no pelotão da RDS

A RP-Boavista terminou a primeira etapa da Route du Sud com as suas apostas à classificação geral salvaguardadas, ao terminar com quase totalidade dos seus corredores – à exceção de Samuel Magalhães – integrados no pelotão principal, a três segundos do vencedor o francês Steven Tronet, da Auber 93. O melhor classificado da RP-Boavista foi Frederico Figueiredo, na 14.ª posição, ocupando igual posto na classificaão geral. A etapa mais extensa da prova, entre Lourdes e Auch, na distância de 204 quilómetros foi cumprida a um ritmo elevado, com os ataques a sucederem-se nos últimos dez quilómetros. No final, na conclusão de uma ligeira subida, o mais forte foi o francês Steven Tronet, primeiro camisola amarela da corrida. Por equipas, a RP-Boavista terminou a primeira etapa na nona posição. A segunda etapa ligará, sexta-feira, Auch a Saint Gaudens, na distância de 141 quilómetros.

Acompanhe a corrida em direto na ‪#‎eurosport‬ (a partir das 13h15) e no twitter oficial twitter.com/RdSudOfficiel
‪#‎rds2015‬ ‪#‎forçaboavista‬