Categorias
News

Rui Sousa sobe à quinta posição em Leiria

Contrarrelógio de Pedrogão a Leiria decide contas finais da 77.ª Volta a Portugal: Rui Sousa subiu ao quinto lugar (a um segundo do quarto posto) e Daniel Silva foi confirmado na nona posição. Nos vinte primeiros terminaram Vergilio Santos (12.º), Frederico Figueiredo (14.º) e César Fonte (20.º). Espanhol Gustavo Veloso fará a festa em Lisboa

Rui Sousa prepara-se para terminar a 77.ª Volta a Portugal na quinta posição depois de ter sido quinto classificado da nona e penúltima etapa, o contrarrelógio individual de 34,2 quilómetros, entre Pedrogão e Leiria. O líder da Radio Popular-Boavista bateu-se com os melhores especialistas para na véspera da chegada a Lisboa subir uma posição na tabela classificativa, quedando-se ainda a um segundo do quarto lugar. Depois de um segundo lugar (2014) e quatro terceiros lugares (2013,2012, 2011 e 2002), esta será a primeira vez que o popular trepador de Barroselas termina a Volta na quinta posição. Ao longo da sua carreira profissional de 18 anos, Rui Sousa já terminou a Volta 12 vezes nos dez primeiros.

“Fiz um bom contrarrelógio que me permitiu subir na geral, mas naturalmente que o objetivo não era este. Vim para a Volta com outras aspirações. Fiz o que pude e só tenho que dar os parabéns aos vencedores. Coletivamente, a Radio Popular-Boavista demonstrou que teve na luta, nas fugas diárias e sobretudo, naquela que considero a etapa-rainha da prova, a da Torre. Atacamos para tentar dar a Volta à corrida e se possível vencer a etapa. Não conseguimos mas confirmamos a nossa competivividade e demos um bom espetáculo, dignificando o nome dos nossos patrocinadores”, pesou Rui Sousa em jeito de balanço.

Aos 39 anos, o natural de Barroselas mantém em aberto a sua continuidade no pelotão por mais uma época. “Neste momento, a minha vontade é de continuar mais um ano. A situação não está totalmente definida, mas sinto-me bem aqui. Julgo que com a minha experiência poderei ser uma mais valia para a equipa no apoio, inclusive, a um futuro chefe-de-fila”, esclareceu Rui Sousa.
A prova cronometrada foi conquistada pelo camisola amarela, o espanhol Gustavo Cesar Veloso, que confirmou com a vitória o triunfo na 77.ª edição da prova.

Daniel Silva foi o segundo elemento da Radio Popular-Boavista nos dez melhores da Volta 2015 preparando-se para chegar a Lisboa na nona posição. O vilacondense foi 24º classificado do contrarrelógio. Nos vinte primeiros terminaram Vergilio Santos (12.º), Frederico Figueiredo (14.º) e César Fonte (20.º). Seguem-se na classificação, Célio Sousa (22.º), David Rodrigues (38.º), Alberto Gallego (46.º) e Nuno Bico (74.º).

A 10.ª e última etapa ligará Vila Franca de Xira a Lisboa, na distância de 132,5 quilómetros, evidenciando-se o circuito final no centro de Lisboa a ser percorrido sete vezes passando o pelotão pelo Rossio, Avenida da Liberdade, Praça do Saldanha, Avenida da República e regresso à Avenida da Liberdade, junto ao Marquês de Pombal onde estará a meta, agendada para as 17h00.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *