Categorias
News

Rui Sousa e César Fonte anfitriões da Volta

Pela terceira vez em cinco etapas disputadas Alberto Gallego voltou a ser o mais combativo. Foi apanhado nos últimos dois quilómetros da chegada a Santa Luzia. Rui Sousa e César Fonte, naturais da região, foram brindados com forte apoio popular

Na quinta etapa da 77.ª Volta a Portugal, entre Braga e Viana do Castelo, Alberto Gallego voltou a animar a corrida percorrendo em fuga mais 155,8 quilómetros. A “pantera” da Radio Popular-Boavista atacou ao quilómetro 11 e somente foi alcançado ao km 167,4. Pelo caminho, Gallego ganhou as contagens de montanha da Portela do Vade e em Extremo além de chegar a Viana do Castelo na dianteira, conquistando a última meta-volante do dia.“Cada vez estou mais perto e por isso algum dia irei vencer. Hoje fiquei a 1,5 quilómetros da vitória. O prémio da combatividade é justo mas o que queria era a vitória de etapa”, garantiu Alberto Gallego, que cruzou o risco na 41.ª posição.
Se na chegada conquistada pelo minhoto José Gonçalves (Caja Rural) o melhor axadrezado foi Daniel Silva, no 7.º lugar, as atenções centraram-se nos dois vianenses da Radio Popular-Boavista, Rui Sousa, natural de Barroselas, e César Fonte, natural de Vila Franca, localidade visitada pela caravana da Volta e decorada a preceito, com dezenas de bandeiras axadrezadas, a assinalar a passagem do filho da terra.
Rui Sousa foi 13.º na chegada depois em 2013 vencer a etapa no mesmo local. “Arranquei a cerca de 600 metros com o intuito de ganhar alguns segundos e discutir a vitória de etapa. Temos que aproveitar todas as oportunidades e hoje vinha bem, com boas sensações. O apoio dos vianenses à Volta a Portugal é muito bonito fez este dia memorável. Ainda há muita corrida pela frente, ainda há a Serra da Estrela e objetivos por concretizar. Vou dar o melhor meu melhor”, comentou Rui Sousa.

Na geral individual comandada pelo espanhol Gustavo Veloso, da W52, Daniel Silva e Rui Sousa mantiveram o 10.º e o 11.º lugares desde a etapa anterior e viram aproximar-se César Fonte, que subiu do 14.º ao 12.º lugar da geral individual. Nos primeiros 20 classificados peroram ainda mais dois homens da RP-Boavista, Frederico Figueiredo, 16.º e Vergilio Santos, 19.º.

Esta terça-feira cumpre-se a sexta etapa, entre Ovar e Oliveira de Azeméis na distância de 164,1 quilómetros. A Praia do Furadouro é o cenário de partida (13h20) da etapa que antecede o Dia de Descanso. Sem montanha para enfrentar, espera-se uma chegada a alta velocidade à Avenida D. Maria I, em Oliveira de Azeméis (17h20).

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *