Categorias
News

César Fonte 15.º em dia de quedas

A primeira etapa do GP Liberty Seguros terminou com o triunfo do norueguês Jensen August num triunfo ensombrado por múltiplas quedas que forçaram a desistência de quase uma quinzena de ciclistas do extenso pelotão desta prova internacional, alguns dos quais foram mesmo reencaminhados para o Hospital de Faro.A principal queda, à passagem do km 50, envolveu uma trintena de corredores, entre os quais quatro homens da Radio Popular-Boavista – Pablo Guerrero, Carlos Jimenez, Guillaume Almeida e Ricardo Vale. Enquanto Guerrero e Jimenez prosseguiram a marca, Almeida e Vale acusaram as mazelas e foram forçados a desistir.

Em virtude da queda coletiva, a corrida esteve “neutralizada” durante 38 minutos. Com o retomar da prova apenas as escapadas perto de Vila Nova de Cancela mereciam destaque. Guerrero, Exteberria e César Fonte passaram ao ataque mas um pelotão demasiado extenso e a apostar numa chegada ao sprint não lhes deu a folga necessária para que a ofensiva colhesse os seus frutos. O melhor elemento da RP-Boavista foi César Fonte na 15.ª posição.
“Estivemos bem na parte final, mexendo na corrida e procurando antecipar o pelotão. Dentro do azar [queda de quatro ‘panteras’] não correu mal”, avaliou o diretor-desportivo José Santos.
Boletim clínico: Guillaume Almeida sofreu um toque no calcanhar e escoriações; Ricardo Vale sofreu escoriações.
A segunda etapa disputa-se ao longo de 186,6 quilómetros, com partida e chegada em Lagoa tendo de permeio uma incursão na serra de Monchique.

CLASSIFICAÇÕES
1.ª Etapa: Vila Nova de Cacela – Vila Nova de Cacela, 141,3 km
1.º Jensen August (Team Coop-Oster Hus), 3h00m33s (Média: 46,957 km/h)
15.º César Fonte
47.º Pablo Guerrero
65.º Victor Exteberria
94.º Daniel Silva + 9m09s
96.º Rui Sousa + 9m09s
146.º Carlos Jimenez + 16m17s
(AB) Ricardo Vale e Guillaume Almeida

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *