Volta ao Algarve (4.ª etapa): A rolar até Tavira

Sempre a rolar, sem grandes dificuldades ao longo da etapa, apenas a excessiva quilometragem, 203 kms,que ligaram Almodovar a Tavira, foi o que se pode chamar uma etapa sem grande sabor, a quarta da Volta ao Algarve.
O objetivo programado para a equipa acabaria por não ser cumprido, nem sempre é possível integrar todas as fugas, pois nenhum dos ciclistas da equipa acabaria por integrar a escapada do dia. No final, a equipa completa chegaria integrada no pelotão, cortando a meta com o mesmo tempo do vencedor, o alemão Andre Greipel.
Filipe Cardoso movimentou-se bem, recuperando bem da queda do dia anterior, enquanto os restantes colegas de equipa têm vindo a melhorar etapa após etapa, o que pode ser um bom sinal para a Volta ao Alentejo, que se inicia, já próxima quarta – feira.
Falta um dia para a prova acabar, uma etapa dificil , com duas passagens no Alto do Malhão, a ultima das quais a coincidir com a meta final.

Sem respostas to "Volta ao Algarve (4.ª etapa): A rolar até Tavira"


    Alguma coisa a dizer?

    Some html is OK