Daniel Sanchez treina na Extremadura

É profissional de primeiro ano, mas é um ciclista com grande experiência. Daniel Sanchez veio da equipa extremenha das Bicicletas Rodriguez – Extremadura, é natural de D.Benito, tem 24 anos, e parte para a temporada de 2017, com ” ganas” de corresponder ao convite formulado pela RP – BOAVISTA :
“Quando Alfonso (diretor desportivo da Extremadura) me disse que poderia passar profissional na RP-Boavista, nem queria acreditar. Fiquei encantado com esta oportunidade e vou fazer tudo por tudo por justificar o convite”.
Sanchez será essencialmente um ciclista de equipa, e as suas qualidades apontam mais para percursos a rolar, bom finalizdor em pequenos grupos, mas é sobretudo um ciclista lutador que goste de entrar nos ” cortes” e marcar presença nas provas em que participa.
Na última temporada foi sexto classificado da Taça de Espanha, e será mais uma aposta da equipa em ciclistas jovens . Preparando a temporada na zona da Extremadura, Daniel Sanchez espera estar em boa forma para as provas importantes do mês de fevereiro, a Volta ao Algarve e ao Alentejo, depois de ter sido anulada a prova Restaurante Alpendre, marcada para 12 de fevereiro, e que veio colocar alguns problemas de planificação neste início de temporada.

Luís Gomes prepara 2017

É um dos jovens da equipa, neo profissional em 2017, oriundo da Liberty Seguros de Manuel Correia e Luís Pinheiro, e uma das grandes eperanças do ciclismo nacional.
Luís Gomes fará o seu primeiro ano como profissional, mas as provas dadas em anos anteriores, ao serviço de uma equipa de onde sempre têm saído grandes ciclistas, prometem uma época de sucesso, para o ciclista de Vila Nova de Gaia.

Combativo, excelente rolador, defendendo-se razoavelmente nos percurso duros e seletivos, Luis Gomes tem vindo a preparar o início de temporada com grande entusiasmo, aguardando ansiosamente o tiro de partida da primeira competição.

“Tenho treinado com afinco, o frio não tem ajudado muito, mas sempre é melhor que a chuva. A preparação está bem encaminhada e estou com grande ansiedade pelo início de temporada. É um prazer estar na RP-BOAVISTA, ao lado de companheiros de alto nível.”
Luis Gomes revelou-se este ano, como um dos pilares da equipa da Liberty-Seguros, conforme nos revelou o seu antigo diretor desportivo, Manuel Correia:
“O Luis Gomes era um dos nossos chefes de fila em 2016, mas revelou-se também, um excelente ciclista de equipa, puxando pelos seus colegas. Ao longo da temporada demonstrou valor suficiente para passar a profissional, e oportunidades não lhe faltaram. Estou convicto que vai ser uma mais valia para a RP-BOAVISTA”. Quem assim pensa também é o seu atual diretor, José Santos:
“Ficamos muito agradados pelo facto do Luis Gomes ter decidido passar a profissional na nossa equipa, pois sabemos que teve mais convites .É um bom sinal para nós, que temos lutado para a afirmação de muitos talentos a nível internacional.”

Crialme e RP-Boavista novamente em parceria

Fundada em 1984, a Crialme distingue-se atualmente na indústria têxtil como uma empresa de referência mundial a nível de alfaiataria para homem, pela sua flexibilidade e capacidade de adaptação às tendências da moda e do mercado em geral.

Com mais de 500 trabalhadores, a empresa sedeada em Sobrosa – Paredes, atingiu volumes de negócio superiores a 15 milhões de euros, confecionando diariamente 500 fatos, factores que fazem ds Crialme uma das referências nacionais na área do vestuário por medida. A Crialme assemelha-se a uma alfaitaria em grande escala, aliando o trabalho manual com a inovação tecnológica, o que tem permitido o seu crescimento sustentado.

Tendo o mercado internacional como referência, à Crialme chegam clientes de todo o mundo, exportando para diversos países, alguns de elevada exigência, como o caso da Grã-Bretanha, Itália, Estados Unidos, Alemanha e Espanha, chegando mesmo a confecionar fatos para o Rei de Espanha.

Desde a sua fundação, conta com vários galardões, entre os quais o Prémio Europeu Entrepeneurs, das 500 melhores empresas a nível europeu por duas vezes e, mais recentemente, o Prémio Portugal PME .
Diretor comercial da empresa. Paulo Ribeiro é, simultaneamente, um adepto entusiasta do ciclismo, modalidade que pratica com grande assiduidade, e o elo de ligação para a parceria que a Crialme mantém, há já dois anos, com a equipa RP-Boavista.

Site:
http://crialme.pt/
Facebook:
https://www.facebook.com/crialmemtm/

Época arranca a 5 de Fev e preparação continua em bom ritmo

A prova de Abertura aproxima-se, Aveiro será a cidade de acolhimento para as primeiras pedaladas da época, no dia 5 de fevereiro, e tudo se conjuga para que, no momento certo a equipa da RP-BOAVISTA, possa corresponder aos anseios dos adeptos.
Com a apresentação marcada para o dia 3 de fevereiro, a que se seguirá na semana a seguir nova concentração da equipa, os ciclistas aprontam a sua forma, opara uma temporada que começa mais cedo.
Por terras do norte. João Benta e Rui Sousa posam numa foto na serra de Agra, enquanto aqui ao lado, em Espanha, Victor Etxebarria estagia em Benidorme, fugindo da neve e do frio do país Basco. Por seu turno, Pablo Guerrero que goza de um clime de eleição, é da Andaluzia, tirou um foto na final do puerto de Los Reales (Estepona), 20 kms sempre a subir, 1300 metros de altitude e habitual local de chegada da Volta a Andaluzia.

|  

Desconto “axadrezado” no líder europeu de nutrição desportiva

A RP-Boavista proporciona a todos os seus aficionados a possibilidade de adquirirem produtos PROZIS líder de mercado na Europa em nutrição desportiva, numa parceria que tem como lema alargar beneficios a todos os nossos simpatizantes
Nesta nova temporada, para além dos nossos ciclistas, também poderá beneficiar de descontos privilegiados! #ExceedYourself #ProzisTeam
Sabe mais em: https://www.prozis.com/xbf

|  

Grupo HMED e a RP BOAVISTA em parceria inédia no clube

Hoje dia 12 de Janeiro de 2017, nas instalações do Estádio do Bessa SEC. XXI, foi assinado o protocolo de cooperação entre o Grupo HMED e a RP BOAVISTA.
O Grupo HMED no âmbito do seu projeto de Medicina Desportiva é o parceiro escolhido pela equipa profissional da RP BOAVISTA para a realização dos Meios Complementares de Diagnóstico Médico e serviços de Enfermagem em cooperação com o Departamento Médico do Clube.
Estiveram presentes na assinatura do protocolo, José Santos em representação da RP – BOAVISTA e em representação do Grupo HMED, os Administradores, Paulo Ferreira e Mário Ferreira.

|  

Xuban Errazquin é o último reforço para 2017

O ciclista mais jovem do pelotão profissional espanhol, Xuban Errazquin, assinou contrato por um ano, com a equipa da RP-Boavista, completando o plantel dos axadrezados para a temporada prestes a iniciar-se.
Natural do País Basco (Guipuzkoa), Errazquin nasceu em 25 de agosto de 1996 , e será também, um dos mais jovens ciclistas profissionais,ao serviço e uma equipa portuguesa.
“A nossa apetência pelos jovens, ainda pouco explorados e com margem de progressão tem sido uma das mais-valias da equipa. O Xuban é ainda muito novo, tem já alguma experiência, é um ciclista que espero possa evoluir e que conhecemos de perto, no último estágio que fizemos, em Paredes. É o quarto espanhol da equipa, todos jovens e estamos contentes com todos eles, e será uma aposta para continuar.” – palavras de José Santos diretor desportivo da equipa.
Errazkin era ciclista em 2016 da equipa Café Baqué-Campos, uma das equipas mais sonantes do ciclismo amador espanhol, tendo ainda estagiado no final do ano transato, na equipa italiana da Wilier Triestina-Southeast.
No seu curriculum destaque para o triunfo da 1ª etapa da Volta a Portugal do Futuro do ano transato.

|  

Vergílio Santos está de regresso à RP-Boavista

Depois de um ano de paragem, da atividade velocipédica, Vergilio Santos é o novo reforço da equipa da RP-BOAVISTA, para a temporada que está prestes a iniciar-se.
Vergilio não irá fazer parte do pelotão nacional, mas sim da equipa técnica da RP – BOAVISTA, uma forma de premiar quem tanto deu na estrada, pelos seus colegas de equipa, nos momentos mais dificeis da Volta a Portugal.

Ciclista de equipa, Vergilio Santos vestiu a camisola do BOAVISTA com grande empenho, terminando várias vezes nos dez primeiros da Volta a Portugal, mas foi no trabalho de equipa que mais evidenciou as suas qualidades, nas etapas mais duras do ciclismo nacional.
Um regresso que se sauda, e que certamente irá ao encontro do desejo de muitos dos nossos adeptos. Um regresso que faz parte dos nossos pergaminhos e de todos quantos se identificaram ao longo da sua carreira, com a equipa.

|  

CÉSAR FONTE OITAVO EM CASTELO DE VIDE

César Fonte foi o melhor ciclista da RP- Boavista, no final da primeira etapa da Volta ao Alentejo, que se iniciou em Portalegre e terminou em Castelo de Vide.
Por equipas, a formação axadrezada classificou-se em quinto lugar, com Victor Etxebarria, Frederico Figueiredo e David Rodrigues a concluírem a etapa a nove segundos o do vencedor,o basco Imanol Estevez (Euskadi/Murias).
Amanhã disputa-se a segunda etapa, Monforte – Montemor-o-Novo – 206 kms,com partida pelas 11.00 horas e chegada prevista para as 16.00 horas.
“Contavamos com uma melhor prestação coletiva, que falhou por má colocação nos ultimos mil metros da etapa. César Fonte foi o melhor elemento, mas quer o Frederico Figueiredo, terceiro no alto da Cabeço de Mouro e David Rodrigues, segundo na Alto da Penha, estiveram em bom plano. ” – referiu José Santos, diretor da equipa.
“Esta era a tirada mais difícil da prova e, daqui para a frente vai ser um pouco complicado, pois as restantes etapas são propícias para roladores e sprinters” – rematou o diretor axadrezado.

NA ALENTEJANA PARA ESTAR ENTRE OS MELHORES

Começa esta quarta-feira, em Portalegre, a 34 edição da Volta ao Alentejo, com a equipa da RP – Boavista a marcar presença, com o pensamento num bom lugar, na geral individual e coletiva.
Depois de um resultado global muito positivo, no GP Liberty Seguros, segunda classificada por equipas, com quatro homens incluídos no grupo da frente, as perspetivas de uma boa classificação na Volta ao Alentejo estão no pensamento de toda a equipa, pese embora, o percurso não esteja muito de acordo com as nossas características.
A primeira etapa da prova apresenta-se como decisiva, com as restantes destinadas a sprinters e roladores.

A equipa apresentará á partida a seguinte composição:
César Fonte
Frederico Figueiredo
David Rodrigues
Victor Etxebarria
Ricardo Ferreira
Rui Sousa
Carlos Jimenez
Pablo Guerrero
Daniel Silva e Guillaume Almeida, o primeiro a recuperar de uma lesão e o segundo com uma entorse, resultante da queda no GP Liberty Seguros foram os dois ciclistas que ficaram de fora nesta prova.
Uma equipa jovem, enquadrada por Rui Sousa, ainda distante do seu real valor e César Fonte, que chefiará os panteras no maior evento desportivo do Alentejo.